Na primeira tela do fluxo de caixa é definida a periodicidade que vai ser exibido o fluxo.


As colunas se referem a periodicidade escolhida: como no exemplo na Imagem 1, que consta como mensal, são exibidas as colunas de meses. O período inicial e final impactam na quantidade de colunas exibidas.


No campo de saldos, são exibidos sempre os totais. Por exemplo: em CAIXAS, é exibida a soma dos caixas A e B. O mesmo se aplica para as contas bancárias.


Imagem 1


No Imagem 2, são exibidos os Tipos de Categoria (na linha cinza), as Categorias (na linha azul) e as subcategorias (na linha branca). Na linha azul, é exibida a soma das subcategorias. No exemplo acima foram mostradas as Receitas, porém as Despesas seguem a mesma ordem.


Imagem 2



Na Imagem 3, é mostrada a “Geração de Caixa”, ou seja, a soma das receitas, menos a soma das despesas. As linhas em azul são os saldos das transferências e abaixo, em branco, são as contas em que as transferências foram realizadas.


Imagem 3


Já na Imagem 4, são exibidos os saldos finais, seguindo a mesma ordem. Na linha azul, são exibidas as somas das contas, nas linhas em branco e o valor individual de cada conta.


Imagem 4